09 fevereiro 2014

A Menina que Roubava Livros [Filme]

   Olá pessoal,
   Nesse domingo, vi o filme baseado no livro A Menina que Roubava Livros. A história gira em torno da Liesel, uma menina que era de família comunista e foi adotada por um casal alemão. O narrador personagem é a morte
   Durante a viagem que ela fez para conhecer seus novos pais, seu irmão morreu, deixando-a sozinha e com apenas um livro. Chegando na sua inédita casa, Liesel conheceu Rudy, seu vizinho que se torna seu grande amigo, principalmente na escola.

Reprodução

   Em uma confraternização, ela roubou um livro da fogueira nazista e percebeu que a mulher do prefeito a tinha visto. Quando aprendeu a interpretar a escrita, ela aproveitou que sua mãe passava as roupas do político para ler na biblioteca dele.


Reprodução
 
   Um certo dia, chegou em sua casa um garoto judeu chamado Max, que estava doente. O pai dele havia salvado o pai adotivo de Liesel na guera e por isso tinha essa dívida, precisando cuidar do menino. Portanto, ele precisava andar, ficando hospedado no porão para não ser visto pela comunidade. Logo após ele ficar são, a garota teve a ideia de pegar gelo e montar um boneco de neve no porão, deixando Max novamente doente.

Reprodução

   Em seguida, o prefeito descobriu que Liesel lia os livro, então a expulsou e demitiu sua mãe. Então, ela teve o magnífico plano de roubar alguns livro e deixar Max vivo contando as histórias para ele.

Comentários

   Primeiramente, queria dizer que ainda não li o livro e essa é apenas minha opinião de telespectador. Sei que quem leu o livro teve uma emoção muito diferente da minha, até porque percebo isso quando vejo adaptações de histórias que li. 
   Estava muito animado para ver A Menina que Roubava Livros no cinema. Fiquei três dias com grande empolgação e acabei indo assistir. Quando cheguei, a sala estava cheia e fiquei surpreso, pois várias pessoas me falaram que foi uma baixa bilheteria. 
   Quando o filme começou pensei que fosse apenas a chatice do começo da maioria que já vi e continuei confiante que tudo iria melhorar. O pior, é que nada aconteceu. Sempre era o mesmo clima e a mesma sensação, o que me incomodou bastante. Não havia ação, nem reação.
   Passando numa época que eu amo estudar, nada me prendeu o foco e fiquei muito triste com isso. O final foi extremamente fraco na minha opinião, por isso fiquei com muito desânimo de ler o livro. 
   A fotografia do filme é realmente muito bonita, e a trilha sonora mais ainda. Antigamente, estava torcendo para ele ganhar algum prêmio, mas agora percebi que houve obras cinematográficas muito melhores para receber o Oscar/algum troféu.
   Assistam e tomem suas próprias conclusões.


Informações
A Menina que Roubava Livros
Brian Percival


Gênero: Drama
País: EUA/Alemanha
Classificação: Não recomendado para menores de 10 anos
Duração: 131 minutos

Baseado no romance de mesmo nome. A jovem Liesel Meminger (Sophie Nélisse) aprende a ler incentivada por sua nova família e Max, um judeu refugiado que eles escondem embaixo da escada, em plena Segunda Guerra Mundial. Ela rouba livros e assim sobrevive aos tumultuados eventos ao seu redor.






3 comentários :

Patricia Martins Bueno disse... Responder

Já tentei ler o livro, mas apesar de tudo o que falam não gostei e parei de ler antes de chegar à metade :P
Mas pretendo ver o filme pelo menos, todos dizem que se emocionaram bastante com a história né!
Beijo!
http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

Lara Melo disse... Responder

Uma pena que vc não gostou tanto assim, pode ser pq não tinha lido o livro antes, eu particularmente adorei.
Beijos,
http://www.whoisllara.com/

Gabriel Luan disse... Responder

@Patricia Martins BuenoMesmo que não gostei do filme vou ler o livro. Que pena que você achou tão chato. Bjs.

Postar um comentário