23 março 2013

Review - Kobo Glo*

      O mercado de e-readers aumentou bastante e um dos maiores destaques atualmente é o Kobo Glo, o Leitor Digital da Livraria Cultura
      
   


   

   Especificações Tecnicas - O Kobo vem com uma tela de 6'', o que me incomodou no início. 
   Ele lê livros em formatos EPUB, PDF e MOBI, imagens em JPEG, GIF, PNG e TIFF e Quadrinhos em CBZ e CBR.
   O aparelho apresenta apenas dois botões (liga-desliga ComfortLight), pois sua tela é touch. Conta com 2GB de memória, que pode ser expansível com um Micro SD e pesa apenas 185 gramas.
    
   




   

  
   Transformações de Texto - Com 10 tipos de fontes (Amasis, Avenir, Caecilia, Georgia, Gill Sans, Kobo Nickel, Malabar, A-OTF Gothig MB 101 Pr6N, A-OTF Ryumin Pr6N e OpenDyslexic), 2 de justificação e diversos tamanhos de fonte, margem e espaçamento entre linhas, o Kobo é um dos leitores de e-books que tem mais variedades de formatos o que me ajudou a ler textos com letra miúdas. 

   

   
   Marcações - Achei muito fácil fazer anotações e destacar frases e/ou palavras no Kobo.  As anotações podem ser publicadas no Facebook. Uma dificuldade que vi nas pessoas foi achar suas anotações, que é simples assim: trisque na tela , aperte onde tem um livrinho com a ponta amassada e escolha anotações, lá estarão todas elas.







    Reading Life - Esta é mais uma coisa única da rede canadense: ganhar prêmios bem divertidos que podem ser compartilhados no Facebook por apenas realizar algumas "provinhas", como ler depois da meia noite, marcar destaques e terminar um livro. 



    


   



   
    Compra de Livros - A loja de e-books da Livraria Cultura já vem acoplada, mas para quem quer mais variedades, a compra pode ser feita em qualquer loja da Internet. Também é possível baixar gratuitamente livros em sites como o Domínio Público.













   Dicionário - 19 dicionários podem ser baixados gratuitamente diretamente no leitor, o que ajuda bastante pessoas como eu, que não tem um vocabulário muito abrangente.





  

   




   Luz e Extras - A luz lateral projetada pelo ComfortLight é considerada forte, mas pode ser alterada facilmente e NÃO, não tem o efeito azulado como muitos dizem. 
   A conexão ao navegador é bem limitada, cuja tecnologia e-ink (desfoca pontos de luz) não deixa a tela quieta, piscando de segundo em segundo. O Sudoku e Xadrez também são alguns extras que veem para divertir o leitor.







    
   Vale a Pena? - 
   Sim, o Kobo faz tudo que um bom e-reader tem que fazer, como: ter um dicionário que responde rápido, ler textos em diversos formatos, mudar a fonte como bem desejar e uma luz lateral que não cansa a visão.








*Atualizado - 03/12/2013

2 comentários :

Samuel Henrique disse... Responder

Oi Gabriel, achei bem legal e informativo esse post. Muita gente tem certo preconceito com os e-books, e eu acredito que vai demorar até eles substituírem os livros físicos, que têm um cheiro bom, etc, etc.. o Kobo parece ser bem legal também, ah, e percebi que você estava lendo"Extraordinário", por causa do Comum, que é o título do 1º capítulo. Parabéns!

http://blogliterariopalavrasaovento.blogspot.com.br/

Gabriel Luan disse... Responder

@Samuel Henrique Os e-books são ótimos até certo ponto, eu comprei o Kobo mais por que não queria gastar dinheiro com livros, mas agora apenas o uso como continuação de leitura que já estou lendo em livros físicos ou caros e inacessíveis. Na maioria das vezes gosto de ler quando vou dormir e uso o Kobo, pois a luz dele é ótima.
É, eu estava lendo Extraordinário e já fiz resenha aqui no blog.

Postar um comentário